business_in_transition svg

110.000 €

Financiado por 892 investidores

EntoGreen II

Location Pin Svg
Santarém, PT

pagamentos

mensal

prazo

3 anos

por ano

5.5%

rating

C+

Insetos que transformam desperdício em proteína e fertilizante.

Descrição

A EntoGreen, uma marca da Ingredient Odyssey (IO), focada na economia circular no setor agroalimentar, alcançou um investimento que lhe permitirá construir a primeira unidade industrial de bioconversão com insetos. A empresa sediada em Santarém vai recorrer a insetos para obter proteína para ração animal, fertilizantes não químicos e óleo de insetos a partir de desperdícios vegetais. Além disso, a EntoGreen também investirá na construção da sua própria unidade de I&D na Zona Industrial dessa mesma região.

Para este efeito, a IO levantou uma combinação de fundos, capital próprio e dívida, no valor de 10,36M de €. A empresa continuará a angariar dívida para a implementação do projeto.
Esta é a segunda campanha GoParity promovida pela EntoGreen, o promotor procura angariar 110.000€ depois dos 90.000€ da campanha EntoGreen I. O objetivo é o de alcançar 200.000€ totais de financiamento através da comunidade de investidores de impacto da GoParity. 

A nova unidade, já em construção e cujo inicio da produção se encontra previsto para outubro de 2022, é inovadora pela forma como utiliza os insetos como ferramenta de bioconversão. A tecnologia EntoGreen utiliza como biodigestor a Mosca Soldado-Negro e esta nova unidade irá converter, anualmente, 36.000 toneladas de subprodutos vegetais em 2.500 toneladas de proteína, 500 toneladas de óleo de inseto para a alimentação animal e 7.000 toneladas de fertilizante orgânico para os solos, devolvendo às plantas e aos animais nutrientes que hoje são desperdiçados.

O investimento, agora conquistado, apoiará também a empresa no seu plano geral de I&D que engloba um investimento estimado em 5 milhões de euros entre 2021 e 2026 para novos projetos de investigação que incidem na criação de novas soluções de sustentabilidade ambiental.

O impacto

Direto

Reutilização de resíduos e promoção da circularidade: a EntoGreen utilizará anualmente 36 mil toneladas de resíduos vegetais oriundos das indústrias de transformação agroalimentares para produzir 7 mil toneladas fertilizante orgânico, 2.5 mil toneladas de concentrado proteico, e 500 toneladas de óleo alimentar de inseto. Os subprodutos da indústria agroalimentar e o seu desperdício constituem um problema logístico, ambiental e económico para as empresas do ramo, e a solução da EntoGreen possibilita uma reutilização sustentável dos resíduos e dos seus nutrientes, numa perspetiva de economia circular.

Processo ambientalmente responsável: o processo de obtenção dos produtos da EntoGreen, a partir de resíduos agroalimentares, baseia-se em biotecnologia e consiste num processo limpo que não gera resíduos e não emite fumos ou cheiros.

Contribuição para alimentação animal mais sustentável: o concentrado proteico e o óleo de inseto são produtos utilizados na alimentação animal (até ao momento em rações de aquacultura e de animais de companhia), o que permite que a alimentação seja sustentável, devido ao processo de obtenção dos produtos com uma pegada carbónica muito inferior às soluções tradicionais de obtenção de proteína.

Contribuição para fertilização vegetal sustentável: o fertilizante orgânico produzido pela EntoGreen, devido ao seu processo de obtenção a partir de resíduos e com a utilização de insetos, é biológico e pode ser usado em produções com esta certificação. Este processo apresenta pegada carbónica muito inferior às soluções de obtenção de fertilizantes tradicionais. E ainda, contribui para a diminuição do uso de fertilizantes químicos e potencialmente nocivos para a saúde humana.

Criação de postos de trabalho: com a expansão da unidade de I&D e a implementação da primeira unidade industrial, a EntoGreen prevê a criação de 66 postos de trabalho. No total, 40% dos recursos humanos da empresa serão altamente qualificados.


Indireto

Promoção da inovação e pesquisa: o investimento na pesquisa no desenvolvimento de soluções inovadoras para agricultura e alimentação animal mais limpa e sustentável. A associação com as suas unidades industriais permite também, no futuro, a transferência de conhecimento e tecnologia.

Promoção da economia de setor inovador: a unidade de I&D da EntoGreen tem o potencial de alavancar colaboração com outras empresas do setor dos insetos, que é nascente e com grande potencial de inovação e valorização. Estas relações de colaboração podem destacar Portugal na indústria de utilização de insetos como solução sustentável escalável.

Indicadores de Impacto

Metrics Svg

33

empregos criados

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

2 image
8 image
9 image
12 image

Viabilidade Financeira

A empresa espera atingir um volume de negócios anual superior a 10 milhões de euros provenientes da venda destes produtos. No entanto, só em 2023 a empresa apresentará resultados positivos. Os fundos para o reembolso do empréstimo irão provir inicialmente de meios próprios existentes na empresa, subvenções a receber (2,6 milhões de euros de incentivos já aprovados ainda por receber) e uma linha de crédito a longo prazo de 0,75 milhões de euros, e, após o arranque da operação, dos meios que a mesma libertará. Assim, o empréstimo através da GoParity representa apenas uma pequena fração da estrutura financeira da empresa.

PDF Logo Svg

Download Informações Fundamentais destinadas aos Investidores de Financiamento Colaborativo

Security SVG
Garantias

O promotor

Sobre Ingredient Odyssey SA

A Ingredient Odyssey, SA (IO) foi fundada a 4 de março de 2014 por Daniel Murta, que é o CEO e responsável de I&D da IO. Foi durante o seu PhD que viu nos insetos a oportunidade de contribuir para a sustentabilidade na produção alimentar, desenvolvendo alternativas proteicas e novas fontes nutricionais para a alimentação humana e de animais, à base de insetos.  

Uma das primeiras parcerias surgiu com o Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária (INIAV) em 2013, parceiro central do projeto EntoGreen.

O primeiro projeto submetido, em conjunto com o instituto, focava-se em fontes proteicas alternativas para a alimentação animal (Genetics and nutrition and alternative feed resources for terrestrial livestock production) e foi apresentado no início de 2014 no âmbito de uma candidatura do Horizonte 2020 liderada pela Universidade de Milão e envolvendo várias entidades de diversos países, dentro e fora da Comunidade Europeia.

Atualmente a IO e a INIAV continuam com o desenvolvimento do projeto tendo em simultâneo investigado a criação de soluções para subprodutos vegetais, trazendo a economia circular para o sector agroalimentar.

Em setembro de 2015, Rui Nunes entrou para a estrutura societária da Ingredient Odyssey, já que também trabalhava na mesma área de investigação.

Até hoje a EntoGreen continua a desenvolver trabalhos na área e iniciou a construção de uma unidade bioindústrial na qual será possível converter 36.000 toneladas de subprodutos vegetais em milhares de toneladas de produtos finais.

Porém, o papel da I&D na história da IO não termina com a implementação da primeira unidade bioindústrial, a empresa pretende continuar a investigar e desenvolver novos projetos com biotecnologias inovadoras, na expectativa de deixar a sua marca na sustentabilidade ambiental em Portugal e no mundo.

Já foi concluída e inauguráda a nova Unidade de I&D da EntoGreen, que se encontra em pleno funcionamento e que será uma ferramenta fundamental para a continuação da melhoria dos processos e para a valorização dos produtos finais. A Unidade Industrial de Santarém, deverá começar a produção já no último trimestre deste ano (2022).

A equipa

Daniel Murta

linkedin
Managing partner and CEO

Managing partner and CEO

Diogo Palha

linkedin
Managing partner CFO

Managing partner CFO

Gonçalo C. Fererira

linkedin
TTO

TTO

Maria Ana Machado

linkedin
Innovation Manager

Innovation Manager

Rui Miguel

linkedin
Director of Industrial Projects

Director of Industrial Projects

Teresa Ribeiro

linkedin
Director of Quality and Innovation

Director of Quality and Innovation

Modelo de negócio

O Modelo de Negócio da EntoGreen consiste na produção industrial sustentável de proteína animal e fertilizante orgânico a partir da utilização de subprodutos vegetais que hoje representam um problema para as industrias agroalimentares, através de um processo biotecnológico, cujo protagonista é a mosca-soldado-negro. O compromisso ambiental da EntoGreen consiste em trazer a economia circular para o setor agroalimentar e assenta na oferta de uma gama completa de produtos 100% Ecológicos e de Produção Sustentável, na busca de um equilíbrio justo entre o Homem e a Natureza.

Ativo desde

2014

País fiscal

PT

Com operações em

Portugal

Indústria

I&D

Número de empréstimos Goparity

4

Mulheres acionistas

Não

Atualizações

2022-03-10

Primeiro pagamento

A primeira amortização foi paga a todos os investidores

2022-02-07

100% financiado

882 investidores angariaram 110.000€

2022-01-25

Aberto a investimento

Esta campanha está aberta para investimento

Subscreva a nossa newsletter e mantenha-se atualizado sobre as nossas oportunidades de investimento.

Go Parity Logo Text

A Goparity é uma plataforma de investimento de impacto que junta empresas que procuram financiamento a cidadãos e empresas que querem investir de forma sustentável. Estamos a crescer rapidamente, não só no tamanho da equipa, mas também no impacto que geramos. Nascemos no Porto em 2017 e, desde então, financiámos projetos em vários países do mundo, com a ajuda de uma comunidade crescente de investidores de todo o mundo.

Casa do Impacto

Tv. de São Pedro 8
1200-432 Lisboa
Portugal
Facebook Icon
Telegram Icon
Instagram Icon
LinkedIn Icon
Language SVG

© 2021 Goparity

A parte ou a totalidade do seu capital investido pode estar em risco e o retorno do seu investimento depende do sucesso do projeto investido. Considere todos os riscos antes de investir e leia a Informação Financeira ao Investidor (IFIFC) para cada investimento, disponível em www.goparity.com. A Power Parity, SA é uma plataforma de financiamento colaborativo autorizada e supervisionada pela CMVM. Todos os pagamentos, transferências e levantamento de fundos são assegurados pela MangoPay SA, uma instituição de pagamentos eletrónicos autorizada e supervisionada pela CSFF (autoridade financeira do Luxemburgo), pela licença nº 8711.