100% Montante confirmado = € 25.000,00
Montante reservado = € 0,00
€ 25.000,00
100% Financiado
5 yr

Prazo

5.5%

TANB

6 meses

Período de Carência

mensal

periodicidade

B-

rating

social_entrepreneurship

Empreendedorismo social

12. Produção e Consumo Sustentáveis

SDG 12. Produção e Consumo Sustentáveis

Calçado de luxo vegan e sustentável.

Impacto

A missão da Balluta é fomentar um consumo sustentável e responsável, assegurando o cumprimento de padrões de produção sustentáveis.

A marca é uma defensora dos direitos dos animais e da proteção da biodiversidade. É por isso que produz sapatos vegan que não utilizam nenhum material proveniente de animais, como é o caso do cabedal, da pele, lã, seda, cera de abelha, penas ou colas feitas com animais.

Com uma enorme preocupação com a promoção do consumo responsável e sustentável, as peças que criam baseiam-se na durabilidade e intemporalidade para que os seus consumidores continuem a querer usá-las ano após ano.

A grande maioria dos materiais utilizados são produzidos e certificados na e pela União Europeia. Ao comprar localmente, a empresa garante a minimização da pegada ecológica dos seus produtos e consegue assegurar elevados padrões laborais e de sustentabilidade.

O negócio do Ballūta está completamente alinhado com 12º Objetivo de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas: Garantir padrões de produção e consumo sustentáveis, ao contribuir para a redução do desperdício de materiais per capita 

Informação do Projeto

A missão da Ballūta é criar sapatos que respeitam os direitos dos animais e protegem a biodiversidade dos ecossistemas. É por isso que todos os sapatos da marca são vegan, excluindo todos os materiais de origem animal, como o cabedal, a pele, a lã, a cera de abelha, penas, etc. Por esta razão, a marca foi certificada pela PETA com o selo “PETA-approved Vegan”.

A procura constante por materiais de elevada qualidade com baixa pegada ecológica faz parte do ADN da Balluta. A marca usa maioritariamente materiais reciclados ou recicláveis produzidos na Europa , que minimizam a produção de resíduos, sob condições de trabalho transparentes e dignas. A esta procura constante por recursos sustentáveis e inovadores, junta-se a manufatura de excelência localizada em Portugal.

O objetivo deste projeto é financiar a expansão internacional da Ballūta para mercados como Nova Iorque ou Milão. Os fundos serão utilizados maioritariamente em ações de marketing e comunicação. As ações previstas são:  

  • Serviços de agência de media e relações em públicas em Nova Iorque para garantir presença da marca em artigos de revistas e sites especializados em moda sustentável; oferta e envio de produtos para as principais editoras de moda e media; participação em eventos e manutenção de showroom para apresentação física do produto

  • Campanhas de comunicação em revistas de moda como a Vogue UK

  • Campanhas de comunicação em redes sociais através de influenciadores digitais

  • Participação em feiras internacionais (como a Mican Milan 2019), incluindo custos de transporte com pessoas e produtos e alojamento

  • Campanha de publicidade para a coleção Primavera-Verão que será apresentada em Milão em setembro de 2019

  • Ações de prospeção comercial em mercados estratégicos

  • Comissões a pagar sobre venda online em plataformas de distribuição

  • Investigação de mercado

100% Financiado
5 yr

Prazo

5.5%

TANB

6 meses

Período de Carência

mensal

periodicidade

B-

rating

social_entrepreneurship

Empreendedorismo social

12. Produção e Consumo Sustentáveis

SDG 12. Produção e Consumo Sustentáveis

Calçado de luxo vegan e sustentável.

100% Montante confirmado = € 25.000,00
Montante reservado = € 0,00
€ 25.000,00

Impacto

A missão da Balluta é fomentar um consumo sustentável e responsável, assegurando o cumprimento de padrões de produção sustentáveis.

A marca é uma defensora dos direitos dos animais e da proteção da biodiversidade. É por isso que produz sapatos vegan que não utilizam nenhum material proveniente de animais, como é o caso do cabedal, da pele, lã, seda, cera de abelha, penas ou colas feitas com animais.

Com uma enorme preocupação com a promoção do consumo responsável e sustentável, as peças que criam baseiam-se na durabilidade e intemporalidade para que os seus consumidores continuem a querer usá-las ano após ano.

A grande maioria dos materiais utilizados são produzidos e certificados na e pela União Europeia. Ao comprar localmente, a empresa garante a minimização da pegada ecológica dos seus produtos e consegue assegurar elevados padrões laborais e de sustentabilidade.

O negócio do Ballūta está completamente alinhado com 12º Objetivo de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas: Garantir padrões de produção e consumo sustentáveis, ao contribuir para a redução do desperdício de materiais per capita 

Informação do Projeto

A missão da Ballūta é criar sapatos que respeitam os direitos dos animais e protegem a biodiversidade dos ecossistemas. É por isso que todos os sapatos da marca são vegan, excluindo todos os materiais de origem animal, como o cabedal, a pele, a lã, a cera de abelha, penas, etc. Por esta razão, a marca foi certificada pela PETA com o selo “PETA-approved Vegan”.

A procura constante por materiais de elevada qualidade com baixa pegada ecológica faz parte do ADN da Balluta. A marca usa maioritariamente materiais reciclados ou recicláveis produzidos na Europa , que minimizam a produção de resíduos, sob condições de trabalho transparentes e dignas. A esta procura constante por recursos sustentáveis e inovadores, junta-se a manufatura de excelência localizada em Portugal.

O objetivo deste projeto é financiar a expansão internacional da Ballūta para mercados como Nova Iorque ou Milão. Os fundos serão utilizados maioritariamente em ações de marketing e comunicação. As ações previstas são:  

  • Serviços de agência de media e relações em públicas em Nova Iorque para garantir presença da marca em artigos de revistas e sites especializados em moda sustentável; oferta e envio de produtos para as principais editoras de moda e media; participação em eventos e manutenção de showroom para apresentação física do produto

  • Campanhas de comunicação em revistas de moda como a Vogue UK

  • Campanhas de comunicação em redes sociais através de influenciadores digitais

  • Participação em feiras internacionais (como a Mican Milan 2019), incluindo custos de transporte com pessoas e produtos e alojamento

  • Campanha de publicidade para a coleção Primavera-Verão que será apresentada em Milão em setembro de 2019

  • Ações de prospeção comercial em mercados estratégicos

  • Comissões a pagar sobre venda online em plataformas de distribuição

  • Investigação de mercado

CPRD, Lda

Ativo desde
2018
País fiscal
Portugal
Com operações em
Porto
Indústria
Footwear
Empréstimos GoParity
1
Sobre CPRD, Lda

O promotor da Ballūta é o CPRD, Lda. A marca tem o compromisso de desenhar e produzir calçado de luxo de forma sustentável. Criada em 2018 por Catarina Pedroso, a produção é feita exclusivamente numa fábrica familiar em São João da Madeira, sob condições de trabalho dignas e seguras. Os seus sapatos são feitos de materiais sustentáveis e de alta qualidade, 100% livres de produtos animais. As fundadoras da marca acreditam que o futuro da moda é circular, e por esta razão, estão dedicadas ao desenvolvimento de calçado intemporal, combinando conceitos únicos, com materiais alternativos e tecnologia inovadora. A sua missão é “gerir um negócio moderno e responsável, com base num desafio constante de ultrapassar os limites para proteger e respeitar a natureza, os animais e as pessoas”. Ballūta é a origem arcaica da palavra portuguesa “bolota”. O seu significado representa o compromisso das fundadores com a procura constante de práticas responsáveis para a criação dos seus sapatos.

O Modelo de Negócio

Toda a produção da Ballūta é feita numa fábrica familiar em São João da Madeira. Os mercados principais da empresa são países europeus, embora também exportem para a Austrália e para alguns países asiáticos (como China e Singapura) e alguns países americanos (como EUA e Brasil). No ínicio de 2019, receberam uma avaliação de 4,96 em 5,00 na candidatura ao Programa Portugal 2020. O objetivo deste fundo é ajudar as pequenas e médias empresas a serem mais competitivas. No caso da Ballūta, este financiamento será utilizado na expansão internacional da marca.

Trajetória

Fundada no dia 15 de fevereiro de 2018 por Catarina Pedroso, a atividade principal da Ballūta consiste na produção de calçado e seus componentesbens de viagem e pessoais. 

Diariamente, várias revistas entram em contacto com a marca. O mesmo acontece com designers que contactam a marca para utulização dos seus sapatos em desfiles de moda.  

Em 2018, foram mencionados na Elle PT.

Em 2019, foram mencionados na Vogue China, InStyle Alemã, Flanelle Magazine, e muitas outras.

Em Fevereiro de 2019, foram convidados a participar no MICAM, a maior feira de calçado do mundo, em Milão.

Rating Promotor: B-

Garantias

Este empréstimo beneficia de uma fiança dos sócios Catarina Pedroso e Susana Gomes da Costa.

CPRD, Lda

Ativo desde
2018
País fiscal
Portugal
Com operações em
Porto
Indústria
Footwear
Empréstimos GoParity
1
Sobre CPRD, Lda
O promotor da Ballūta é o CPRD, Lda. A marca tem o compromisso de desenhar e produzir calçado de luxo de forma sustentável. Criada em 2018 por Catarina Pedroso, a produção é feita exclusivamente numa fábrica familiar em São João da Madeira, sob condições de trabalho dignas e seguras. Os seus sapatos são feitos de materiais sustentáveis e de alta qualidade, 100% livres de produtos animais. As fundadoras da marca acreditam que o futuro da moda é circular, e por esta razão, estão dedicadas ao desenvolvimento de calçado intemporal, combinando conceitos únicos, com materiais alternativos e tecnologia inovadora. A sua missão é “gerir um negócio moderno e responsável, com base num desafio constante de ultrapassar os limites para proteger e respeitar a natureza, os animais e as pessoas”. Ballūta é a origem arcaica da palavra portuguesa “bolota”. O seu significado representa o compromisso das fundadores com a procura constante de práticas responsáveis para a criação dos seus sapatos.
O Modelo de Negócio

Toda a produção da Ballūta é feita numa fábrica familiar em São João da Madeira. Os mercados principais da empresa são países europeus, embora também exportem para a Austrália e para alguns países asiáticos (como China e Singapura) e alguns países americanos (como EUA e Brasil). No ínicio de 2019, receberam uma avaliação de 4,96 em 5,00 na candidatura ao Programa Portugal 2020. O objetivo deste fundo é ajudar as pequenas e médias empresas a serem mais competitivas. No caso da Ballūta, este financiamento será utilizado na expansão internacional da marca.

Trajetória

Fundada no dia 15 de fevereiro de 2018 por Catarina Pedroso, a atividade principal da Ballūta consiste na produção de calçado e seus componentesbens de viagem e pessoais. 

Diariamente, várias revistas entram em contacto com a marca. O mesmo acontece com designers que contactam a marca para utulização dos seus sapatos em desfiles de moda.  

Em 2018, foram mencionados na Elle PT.

Em 2019, foram mencionados na Vogue China, InStyle Alemã, Flanelle Magazine, e muitas outras.

Em Fevereiro de 2019, foram convidados a participar no MICAM, a maior feira de calçado do mundo, em Milão.

Rating Promotor: B-

Garantias

Este empréstimo beneficia de uma fiança dos sócios Catarina Pedroso e Susana Gomes da Costa.

Estado dos Pagamentos: Em cumprimento

2020-05-11

O empréstimo foi restruturado

A epidemia do COVID-19 originou uma paragem parcial da atividade da Balluta, tendo resultado em dificuldades ao nível da tesouraria da empresa. Por esta razão, o promotor solicitou a introdução de um período de 6 meses de carência de capital e uma extensão da duração total do projeto de 6 meses. Todos os investidores consentiram na operação e a restruturação do empréstimo foi implementada.

2020-01-14

Desfile Neonyt em Berlim com os sapatos Balluta.

A Vogue Alemã cobriu a presença da Balluta no desfile Neonyt, a secção sustentável da Semana da Moda de Berlim. Em 30 modelos, 5 utilizaram sapatos Balluta.  

2019-11-11

Financiamento do Portugal 2020

Financiamento aprovado no âmbito do Programa Portugal 2020 para ajudar pequenas e médias empresas a serem mais competitivas. Classificação de 4,96/5,00.

2019-09-10

Vogue Portugal

A marca de sapatos foi referenciada num artigo da Vogue Portugal.

2019-08-21

Vogue Ukraine

A marca apareceu na Vogue Ucrânia.

2019-08-20

Vogue China

A marca de sapatos foi mencionada num artigo da Vogue China.

2019-07-20

Semana da Moda de Helsinki

A Semana da Moda de Helsinki é a única feira 100% livre de produtos derivados de animais. A Balluta este presente no desfile de Voranida Rujekitnara, uma estilista conhecido pela sustentabilidade. Além disso, as fotos da coleção Algae II foram utilizadas nos seus cartazes do evento, que foram espalhados pela cidade.

2019-07-13

1st payment

2019-06-06

100% funded

2019-05-30

Open for investment

Estado dos Pagamentos: Em cumprimento

2020-05-11

O empréstimo foi restruturado

A epidemia do COVID-19 originou uma paragem parcial da atividade da Balluta, tendo resultado em dificuldades ao nível da tesouraria da empresa. Por esta razão, o promotor solicitou a introdução de um período de 6 meses de carência de capital e uma extensão da duração total do projeto de 6 meses. Todos os investidores consentiram na operação e a restruturação do empréstimo foi implementada.

2020-01-14

Desfile Neonyt em Berlim com os sapatos Balluta.

A Vogue Alemã cobriu a presença da Balluta no desfile Neonyt, a secção sustentável da Semana da Moda de Berlim. Em 30 modelos, 5 utilizaram sapatos Balluta.  

2019-11-11

Financiamento do Portugal 2020

Financiamento aprovado no âmbito do Programa Portugal 2020 para ajudar pequenas e médias empresas a serem mais competitivas. Classificação de 4,96/5,00.

2019-09-10

Vogue Portugal

A marca de sapatos foi referenciada num artigo da Vogue Portugal.

2019-08-21

Vogue Ukraine

A marca apareceu na Vogue Ucrânia.

2019-08-20

Vogue China

A marca de sapatos foi mencionada num artigo da Vogue China.

2019-07-20

Semana da Moda de Helsinki

A Semana da Moda de Helsinki é a única feira 100% livre de produtos derivados de animais. A Balluta este presente no desfile de Voranida Rujekitnara, uma estilista conhecido pela sustentabilidade. Além disso, as fotos da coleção Algae II foram utilizadas nos seus cartazes do evento, que foram espalhados pela cidade.

2019-07-13

1st payment

2019-06-06

100% funded

2019-05-30

Open for investment