100% Montante confirmado = € 50.000,00
Montante reservado = € 0,00
€ 50.000,00
100% Financiado
12 mth

Prazo

5.2%

TANB

mensal

periodicidade

C+

rating

rural_development

Desenvolvimento rural

8. Trabalho Digno e Crescimento Económico

SDG 8. Trabalho Digno e Crescimento Económico

11. Cidades e comunidades sustentáveis

SDG 11. Cidades e comunidades sustentáveis

Espaço colaborativo para o desenvolvimento rural sustentável em Odemira.

Impacto

Com raizes rurais e uma ligação internacional, a visão do projeto CLARA é criar pontes entre o urgano e o rual e criar valores partilhados. 

Promovendo o diálogo, a experimentação, a investigação, inovação e partilha de conhecimento, a visão do CLARA é desafiar padrões de pensamento e comportamento e explorar soluções contemporâneas para a revitalização de regiões com baixa densidade populacional, enquanto integram, envolvem e dão poder às comunidades locais, abraçando as suas competências, perspetivas e tradições. 

O objetivo do projeto é desenvolver a região de Odemira enquanto atraem pessoas e criam oportunidades de emprego para as pessoas. 

Através da recuperação de ecossistemas, investigação e promoção do potencial da região e da expansão da oferta cultural, pretendem melhorar as condições de vida locais, apoiando artistas e designers e atraindo mais visitantes, novos residentes, talento e investimento à região. 

Transformar uma fábrica que no passado foi um dos grandes motores económicos e sociais da região num Centro para o Futuro Real, o CLARA irá receber atividades que promovem uma vida ecológica, ativismo cultural e turismo ético. Todo o processo de reabilitação será sustentável, desde o planeamento à construção, do desenvolvimento do projeto ao design contemporáneo. Tudo terá por base a inovação de materiais e processos e técnicas sustentáveis. Por exemplo, a água da cozinha é aquecida através de energia solar e os bens alimentares são orgánicos e preferencialmente comprados a produtores locais.

Informação do Projeto

Apesar de Odemira ser o maior município português em extensão territorial, é um dos concelhos com menor densidade populacional da Europa. O projeto CLARA procura reverter essa tendência negativa de desertificação através da reabilitação e dinamização comunitária de um edifício que foi, no passado, uma fábrica de tijolos e um dos grandes motores económicos e sociais da região. O CLARA tem como ambição ser um espaço colaborativo de investigação, formação e inovação, desenvolvimento um ambiente creativo onde as pessoas vivem e trabalham juntas durante um período de tempo, estimulando o debate sore os assuntos locais e encorajando o compromisso de todos os envolvidos. O empréstimo permitirá ao CLARA tornar esta visão em realidade. 

O projeto tem um apoio contratado e em execução do programa Valorizar do Turismo de Portugal. Foram já solicitados dois adiantamentos perfazendo 160.000 € de um montante de apoio total de 400.000 € 

O investimento pretende complementar o apoio do Turismo de Portugal para a realização da 1ª fase de desenvolvimento do projeto CLARA. 

Esta primeira fase prevê a construção de um campo nómada, para o alojamento dos visitantes, a reabilitação de 4 edifícios para apoio às atividades e a recuperação do telhado da antiga fábrica de tijolos, bem como a construção da infra estrutura base e dos arranjos exteriores.

100% Financiado
12 mth

Prazo

5.2%

TANB

mensal

periodicidade

C+

rating

rural_development

Desenvolvimento rural

8. Trabalho Digno e Crescimento Económico

SDG 8. Trabalho Digno e Crescimento Económico

11. Cidades e comunidades sustentáveis

SDG 11. Cidades e comunidades sustentáveis

Espaço colaborativo para o desenvolvimento rural sustentável em Odemira.

100% Montante confirmado = € 50.000,00
Montante reservado = € 0,00
€ 50.000,00

Impacto

Com raizes rurais e uma ligação internacional, a visão do projeto CLARA é criar pontes entre o urgano e o rual e criar valores partilhados. 

Promovendo o diálogo, a experimentação, a investigação, inovação e partilha de conhecimento, a visão do CLARA é desafiar padrões de pensamento e comportamento e explorar soluções contemporâneas para a revitalização de regiões com baixa densidade populacional, enquanto integram, envolvem e dão poder às comunidades locais, abraçando as suas competências, perspetivas e tradições. 

O objetivo do projeto é desenvolver a região de Odemira enquanto atraem pessoas e criam oportunidades de emprego para as pessoas. 

Através da recuperação de ecossistemas, investigação e promoção do potencial da região e da expansão da oferta cultural, pretendem melhorar as condições de vida locais, apoiando artistas e designers e atraindo mais visitantes, novos residentes, talento e investimento à região. 

Transformar uma fábrica que no passado foi um dos grandes motores económicos e sociais da região num Centro para o Futuro Real, o CLARA irá receber atividades que promovem uma vida ecológica, ativismo cultural e turismo ético. Todo o processo de reabilitação será sustentável, desde o planeamento à construção, do desenvolvimento do projeto ao design contemporáneo. Tudo terá por base a inovação de materiais e processos e técnicas sustentáveis. Por exemplo, a água da cozinha é aquecida através de energia solar e os bens alimentares são orgánicos e preferencialmente comprados a produtores locais.

Informação do Projeto

Apesar de Odemira ser o maior município português em extensão territorial, é um dos concelhos com menor densidade populacional da Europa. O projeto CLARA procura reverter essa tendência negativa de desertificação através da reabilitação e dinamização comunitária de um edifício que foi, no passado, uma fábrica de tijolos e um dos grandes motores económicos e sociais da região. O CLARA tem como ambição ser um espaço colaborativo de investigação, formação e inovação, desenvolvimento um ambiente creativo onde as pessoas vivem e trabalham juntas durante um período de tempo, estimulando o debate sore os assuntos locais e encorajando o compromisso de todos os envolvidos. O empréstimo permitirá ao CLARA tornar esta visão em realidade. 

O projeto tem um apoio contratado e em execução do programa Valorizar do Turismo de Portugal. Foram já solicitados dois adiantamentos perfazendo 160.000 € de um montante de apoio total de 400.000 € 

O investimento pretende complementar o apoio do Turismo de Portugal para a realização da 1ª fase de desenvolvimento do projeto CLARA. 

Esta primeira fase prevê a construção de um campo nómada, para o alojamento dos visitantes, a reabilitação de 4 edifícios para apoio às atividades e a recuperação do telhado da antiga fábrica de tijolos, bem como a construção da infra estrutura base e dos arranjos exteriores.

Project Earth - Valorização Sustentável de Regiões de Convergência

Ativo desde
2017
País fiscal
Portugal
Com operações em
Odemira
Indústria
Arts & Culture
Empréstimos GoParity
1
Sobre Project Earth - Valorização Sustentável de Regiões de Convergência

Em 2008, após descobrirem uma fábrica abandonada em Odemira e perceberem o seu potencial, o Diogo e a Mariana compraram o complexo. Juntos, com um grupo de pessoas que partilhavam os seus ideais e valores, criaram o Project Earth - Associação para a Valorização Sustentável de Regiões de Convergência, uma associação sem fins lucrativos. A visão era encontrar estratégias para combater os problemas económicos e sociais da região (problemas semelhantes aos que existem em outras regiões rurais da Europa), tornando-a atrativa para as gerações futuras através do desenvolvimento do potencial da fábrica. A associação Project Earth atraiu rapidamente vários grupos de artistas, designers, arquitetos, psicólogos, investigadores e pensadores Portugueses, que se quiseram juntar ao desafio de transformar as áreas rurais. Um mês após o início do projeto, o Ministério da Cultura de Portugal reconheceu o Project Earth como uma Associação de Interesse Cultural.

O Modelo de Negócio

A Project Earth é uma associação sem fins lucrativos, totalmente dedicada ao desenvolvimento do CLARA. As receitas da associação provêm maioritariamente da organização de eventos e de subsídios públicos para o desenvolvimento cultural e rural. O CLARA está sediado em Odemira, onde promovem atividades como residências artísticas, eventos culturais, workshops e conferências, principalmente para os locais (residentes do Alentejo). É um espaço colaborativo para investigação, treino e inovação, promovendo um ambiente criativo onde as pessoas vivem e trabalham em conjunto. A ideia principal é melhorar as condições de vida local, apoiar artistas e designers, atrair visitantes, novos residentes e talentos e trazer investimento para a região de Odemira.

Trajetória

Em 2008, o Diogo e a Mariana compraram uma fábrica de tijolos em Odemira. No mesmo ano, criaram uma associação sem fins lucrativos, o Project Earth, totalmente dedicada ao desenvolvimento do CLARA.  Um mês após o início do projeto, o Ministério da Cultura de Portugal reconheceu o Project Earth como uma Associação de Interesse Cultural. 

Em 2017, conseguiram obter um apoio no valor de 400.000€ no âmbito do programa do governo de Valorização do Turismo no Interior. No início de 2019, entraram na primeira fase da sua participação no Programa de Horizonte Europeu 2020 e, no mesmo ano, receberam um financiamento do programa Portugal 2020. 

Em agosto de 2019, o CLARA organizou o seu primeiro evento internacional - o curso de verão HOLIS que reuniu 24 participantes de 10 países diferentes. Durante 12 dias, estas pessoas, organizadas em 4 equipas interdisciplinares, desenvolveram atividades e modelos empresariais que ajudariam a revitalizar a estrutura social e económica da região de Odemira. 

O promotor regista um C+ de acordo com a nossa classificação de risco.

Rating Promotor: C+

Garantias

Project Earth - Valorização Sustentável de Regiões de Convergência

Ativo desde
2017
País fiscal
Portugal
Com operações em
Odemira
Indústria
Arts & Culture
Empréstimos GoParity
1
Sobre Project Earth - Valorização Sustentável de Regiões de Convergência
Em 2008, após descobrirem uma fábrica abandonada em Odemira e perceberem o seu potencial, o Diogo e a Mariana compraram o complexo. Juntos, com um grupo de pessoas que partilhavam os seus ideais e valores, criaram o Project Earth - Associação para a Valorização Sustentável de Regiões de Convergência, uma associação sem fins lucrativos. A visão era encontrar estratégias para combater os problemas económicos e sociais da região (problemas semelhantes aos que existem em outras regiões rurais da Europa), tornando-a atrativa para as gerações futuras através do desenvolvimento do potencial da fábrica. A associação Project Earth atraiu rapidamente vários grupos de artistas, designers, arquitetos, psicólogos, investigadores e pensadores Portugueses, que se quiseram juntar ao desafio de transformar as áreas rurais. Um mês após o início do projeto, o Ministério da Cultura de Portugal reconheceu o Project Earth como uma Associação de Interesse Cultural.
O Modelo de Negócio

A Project Earth é uma associação sem fins lucrativos, totalmente dedicada ao desenvolvimento do CLARA. As receitas da associação provêm maioritariamente da organização de eventos e de subsídios públicos para o desenvolvimento cultural e rural. O CLARA está sediado em Odemira, onde promovem atividades como residências artísticas, eventos culturais, workshops e conferências, principalmente para os locais (residentes do Alentejo). É um espaço colaborativo para investigação, treino e inovação, promovendo um ambiente criativo onde as pessoas vivem e trabalham em conjunto. A ideia principal é melhorar as condições de vida local, apoiar artistas e designers, atrair visitantes, novos residentes e talentos e trazer investimento para a região de Odemira.

Trajetória

Em 2008, o Diogo e a Mariana compraram uma fábrica de tijolos em Odemira. No mesmo ano, criaram uma associação sem fins lucrativos, o Project Earth, totalmente dedicada ao desenvolvimento do CLARA.  Um mês após o início do projeto, o Ministério da Cultura de Portugal reconheceu o Project Earth como uma Associação de Interesse Cultural. 

Em 2017, conseguiram obter um apoio no valor de 400.000€ no âmbito do programa do governo de Valorização do Turismo no Interior. No início de 2019, entraram na primeira fase da sua participação no Programa de Horizonte Europeu 2020 e, no mesmo ano, receberam um financiamento do programa Portugal 2020. 

Em agosto de 2019, o CLARA organizou o seu primeiro evento internacional - o curso de verão HOLIS que reuniu 24 participantes de 10 países diferentes. Durante 12 dias, estas pessoas, organizadas em 4 equipas interdisciplinares, desenvolveram atividades e modelos empresariais que ajudariam a revitalizar a estrutura social e económica da região de Odemira. 

O promotor regista um C+ de acordo com a nossa classificação de risco.

Rating Promotor: C+

Garantias

Estado dos Pagamentos: Em cumprimento

2020-04-28

O empréstimo foi restruturado

Para além do atraso no recebimento do subsídio do Turismo de Portugal, a recente epidemia do COVID-19 afetou, também, negativamente a situação financeira do promotor. Assim, a Project Earth solicitou uma alteração nos termos do empréstimo do CLARA. As novas condições consistiram na introdução de um período de carência de 6 meses e de uma extensão da duração total do projeto pelo mesmo período. 97% dos investidores consentiram na operação.

2020-04-03

Pagamento em atraso

Devido ao atraso na libertação dos fundos do Turismo de Portugal, o CLARA ainda não liquidou a prestação de abril 

2020-03-03

Pagamento em atraso

Devido ao atrado na libertação dos fundos do Turismo de Portugal, o CLARA ainda não liquidou a prestação de março.

2020-02-02

Aplicação ao Programa H2020

Submissão de candidatura ao Programa H2020. O programa chama-se CULTOUR e está integrado o Programa TRANSFORMATIONS - Innovative approaches to urban and regional development through cultural tourism. Este projecto prevê um apoio total de €3,8M dos quais €423.000 serão para investir no projecto piloto do CLARA.

2020-01-03

Pagamento em atraso

Devido ao atrado na libertação dos fundos do Turismo de Portugal, o CLARA não liquidou a prestação de janeiro dentro do prazo. O pagamento foi regularizado no dia 24 do mesmo mês.

2019-08-30

Cozinha e espaço de refeição abertos

A cozinha a área de refeição exterior são um reforço ao programa de cultura alimentar que valoriza a produção orgânica e os produtores locais. A parte exterior é extensão, estando adaptada para várias atividades de lazer e de trabalho. Também já foi iniciado um processo de regeneração através da plantação de árvores, criando sistemas de reserva de água que permitirá produção própria de alimentos orgânicos. Os visitantes são convidados a participar no processo.

2019-08-01

Casas de banho em funcionamento

A área das casas de banho está dividida em 4 blocos, contém 10 sanitários, 8 chuveiros e 10 lavatórios. A água é aquecida através de um sistema solar e está disponível água potável.  

2019-07-15

CLARA Camp pronto

O CLARA Camp, localizado na parte oeste da propriedade, é constituído por 20 tendas largas, muito confortáveis e quentes, com colchões, almofadas e edredões, sendo o ambiente ideal para relaxar depois de um dia produtivo.  Ainda em falta estão algumas melhorias.  

2019-07-03

1º pagamento

2019-07-01

Reestruturação parcial do edíficio da fábrica

Limpeza do edifício, remoção de elementos não-estruturais, reparação de parte do telhado que tinha caído e instação de parte do novo sistema de drenagem de água.

2019-05-28

100% financiado

2019-05-27

Aberto para investimento

Estado dos Pagamentos: Em cumprimento

2020-04-28

O empréstimo foi restruturado

Para além do atraso no recebimento do subsídio do Turismo de Portugal, a recente epidemia do COVID-19 afetou, também, negativamente a situação financeira do promotor. Assim, a Project Earth solicitou uma alteração nos termos do empréstimo do CLARA. As novas condições consistiram na introdução de um período de carência de 6 meses e de uma extensão da duração total do projeto pelo mesmo período. 97% dos investidores consentiram na operação.

2020-04-03

Pagamento em atraso

Devido ao atraso na libertação dos fundos do Turismo de Portugal, o CLARA ainda não liquidou a prestação de abril 

2020-03-03

Pagamento em atraso

Devido ao atrado na libertação dos fundos do Turismo de Portugal, o CLARA ainda não liquidou a prestação de março.

2020-02-02

Aplicação ao Programa H2020

Submissão de candidatura ao Programa H2020. O programa chama-se CULTOUR e está integrado o Programa TRANSFORMATIONS - Innovative approaches to urban and regional development through cultural tourism. Este projecto prevê um apoio total de €3,8M dos quais €423.000 serão para investir no projecto piloto do CLARA.

2020-01-03

Pagamento em atraso

Devido ao atrado na libertação dos fundos do Turismo de Portugal, o CLARA não liquidou a prestação de janeiro dentro do prazo. O pagamento foi regularizado no dia 24 do mesmo mês.

2019-08-30

Cozinha e espaço de refeição abertos

A cozinha a área de refeição exterior são um reforço ao programa de cultura alimentar que valoriza a produção orgânica e os produtores locais. A parte exterior é extensão, estando adaptada para várias atividades de lazer e de trabalho. Também já foi iniciado um processo de regeneração através da plantação de árvores, criando sistemas de reserva de água que permitirá produção própria de alimentos orgânicos. Os visitantes são convidados a participar no processo.

2019-08-01

Casas de banho em funcionamento

A área das casas de banho está dividida em 4 blocos, contém 10 sanitários, 8 chuveiros e 10 lavatórios. A água é aquecida através de um sistema solar e está disponível água potável.  

2019-07-15

CLARA Camp pronto

O CLARA Camp, localizado na parte oeste da propriedade, é constituído por 20 tendas largas, muito confortáveis e quentes, com colchões, almofadas e edredões, sendo o ambiente ideal para relaxar depois de um dia produtivo.  Ainda em falta estão algumas melhorias.  

2019-07-03

1º pagamento

2019-07-01

Reestruturação parcial do edíficio da fábrica

Limpeza do edifício, remoção de elementos não-estruturais, reparação de parte do telhado que tinha caído e instação de parte do novo sistema de drenagem de água.

2019-05-28

100% financiado

2019-05-27

Aberto para investimento