Tesla, deixa os cidadãos entrar!

Dec 12, 2016

Tesla, deixa os cidadãos entrar!

Hoje enviámos uma carta ao Elon Musk da Tesla, com uma proposta ousada mas que (para nós!) faz todo o sentido!

Fica abaixo o conteúdo completo.

Nuno Brito Jorge

GoParity | Co-fundador

"Caro Elon,

Por esta altura já deves ter reparado que tens uma legião de fãs cada vez maior em Portugal.

Todos os anúncios e lançamentos que fazes, seja o novo Powerwall, Model S ou as telhas solares, têm um impacto e partilha enormes por cá.

Além do espanto tecnológico e dos benefícios ambientais, há um terceiro, e talvez o mais importante, mérito naquilo que fazes: pões as pessoas a falar do assunto. Das alterações climáticas, da independência energética, das renováveis e da proteção ambiental.

Provavelmente também já reparaste que a esperança de virmos a acolher Gigafactory 2 se está a tornar uma espécie de “obsessão saudável” em Portugal. O “momentum” é tão alto que está quase a atingir níveis do Websummit, o maior evento tecnológico do ano em Portugal (talvez na Europa) com impacto em mediático nos 5 continentes.

Mas não escrevo para vos dizer porque devem escolher Portugal, já vos foram dadas 19 boas razões para o fazer, quero antes fazer uma sugestão que se relaciona com “como fazê-lo”.

Estamos bem cientes de que uma Gigafactory é um “Gigainvestimento” mas queremos partilhar uma atrevida: porque não abrir uma parte do investimento aos cidadãos?

Não precisa de ser complicado nem de ser muito dinheiro. Foste pioneiro em tantas áreas, até no crowdfunding, porque não juntar mais esta? Estamos a falar das mesmas pessoas que são apaixonadas pelo que vocês fazem.

Portugal é um país que cada vez mais adora empreendedorismo, inovação e tecnologia, com um ambiente vibrante nestas áreas, mas onde diversos tipos de interesses e políticas, excluem o cidadão comum de qualquer perspetiva de partilha dos benefícios económicos de projetos emblemáticos como o vosso. Também podes ajudar a mudar este paradigma!

(Nota: é uma espécie de contrassenso mas normalmente contentamo-nos com uma notícia sobre o número de postos de trabalho que serão gerados. Se por um lado nos “excedemos” na abertura à inovação, acolhimento de cidadãos e empresas estrangeiros e na organização de grandes eventos ficamos um pouco aquém na cidadania ativa. Ainda assim as pessoas mobilizam-se quando se trata de “salvar o Planeta” e há poucos anos mais de 100.000 portugueses foram para a floresta “Limpar Portugal”.)

Na Boa Energia trabalhamos desde 2012 no investimento cidadão em energia limpa, utilizando diferentes modelos de negócio. Fomos fundadores da Coopérnico e acabamos de lançar a plataforma GoParity, para a democratização do investimento sustentável. Mas também somos apoiantes convictos da União Europeia e, com apoio da Comissão Europeia, criámos o primeiro agregador europeu de plataformas de investimento em energia sustentável. Mesmo que não escolhas Portugal, no m Citizenergy poderás encontrar várias outras plataformas de 13 países Europeus especializadas no investimento em energia sustentável.

Em 2016 o mundo tornou-se um lugar um pouco mais feio para viver, pelos que ganharam e pelos que partiram, mas foi também um ano que encheu Portugal de orgulho: fomos campeões Europeus de futebol, o António Guterres foi nomeado Secretário-geral da ONU, corremos o mundo pelos nossos 4 dias 100% renováveis, fomos o país mais premiado no World Travel Awards e até o Papa, o primeiro a colocar a proteção ambiental na agenda da igreja, anunciou uma nova visita a Portugal.

Ajuda-nos a começar 2017 com mais uma história feliz!"

(Créditos de imagem: https://www.linkedin.com/pulse/19-reasons-gigafactory-2-portugal-andre-marquet?articleId=6206983166054531072)